Você conhece "Pitinha"?

É muito interessante estar em um lugar e perceber o nível de satisfação dos moradores com o local onde vivem. E em São João da Lagoa é evidente esta satisfação.


E isto não ocorre apenas entre os moradores não. Circulando pelas cidades vizinhas, ao mencionar a cidade de São João da Lagoa, as pessoas suspiram e dizem: “Ah... Pitinha!...”


Pitinha? Mas por que Pitinha?


São João da Lagoa fica no norte de Minas Gerais, entre Coração de Jesus e Lagoa dos Patos, na região de Montes Claros. Ela surgiu por volta de 1930 e se desenvolveu no entorno do rancho do sr. Antônio Balbino, localizado ao lado de uma bela lagoa. Por lá passavam tropeiros e boiadeiros que circulavam entre as localidades da região, e lá compravam mantimentos e outras mercadorias.


Neste período era comum além da venda de mercadorias, a venda de cachaça e fumo nos ranchos da região. Tanto é que a localidade vizinha, hoje a cidade de Lagoa dos Patos, recebeu o apelido de “Pita e Bebe”, referente ao comércio de fumo e de cachaça.


Mais tarde, esta localidade passa a ser conhecida como “Pitão”, e por sua semelhança comercial, a localidade de São João da Lagoa recebe o apelido de “Pitinha”.


A comunidade de São João da Lagoa pertencia ao município de Coração de Jesus e foi emancipada em 1995. Hoje com uma população com quase 5.000 habitantes, é uma cidade muito tranquila, bem cuidada e hospitaleira.


Então, vamos conhecer o que esta cidade tem de tão especial? Seja bem-vindo(a) a São João da Lagoa, ou carinhosamente falando, seja bem-vindo(a) a Pitinha!...



Portal da Lagoa

Um dos principais cartões postais da cidade, o Portal da Lagoa é um lugar bem procurado por quem quer apreciar uma bela paisagem, observar a variedade de pássaros que ali convivem, para quem quer fazer uma caminhada em um dos trechos da orla da lagoa, jogar vôlei ou peteca na quadra de areia, ou até mesmo saborear um belo churrasco com a família e amigos em um dos quiosques que ficam na sua orla.

Ou seja, passear pela região da Lagoa é uma boa opção para todo o tipo de público!


Esta tranquilidade reflete a rotina dos moradores, onde as pessoas caminham na orla da lagoa no fim da tarde e crianças brincam nas ruas até a noite!




A Gameleira


Difícil circular por São João da Lagoa e não se deparar com a imensa Gameleira, bem ali na praça que leva o seu nome, às margens da rodovia que corta a cidade.


Este local foi um dos pontos de encontro dos tropeiros na década de 1940, sendo muito importante no desenvolvimento da comunidade de São João da Lagoa.


Mas somente na década de 1960 que os moradores, Sr. Justino e o Sr. Dorival dos Santos plantaram a Gameleira neste local, e desde então, esta Gameleira vem atravessando muitas gerações, tendo hoje em dia por volta de 60 anos!

As suas dimensões são tão impressionantes, que faz com que os carros que circulam ao seu lado pareçam de brinquedo, de tão grandiosa que ela é!


Com mais de 20 metros de altura, a sua presença é tão marcante que a maioria do comércio do seu entorno tem a “Gameleira” como o nome do estabelecimento, seja no bar, pousada, ou o antigo posto de combustível.


Sentar-se no banco que a circula é uma ótima opção para aproveitar a sua imensa sombra e fugir do forte calor norte mineiro! E nos finais de semana, muitas famílias, grupos de amigos e turistas se reúnem para apreciar comidas típicas e uma boa música ao vivo! Um programa imperdível!


Recanto Fazenda Lagoão


Construída no início do século passado, a sede abriga confortáveis acomodações para quem vem para apreciar a natureza e o aconchego rural.


Um local tranquilo em harmonia com a natureza, uma deliciosa comida feita no fogão à lenha é o que você encontrará neste Recanto cheio de paz e muita hospitalidade!


O Recanto Lagoão faz parte do programa de soltura de animais silvestres, e por isso, o entorno da sede é muito frequentado por diversas espécies de pássaros, de todos os tamanhos e cores!


Araras Canindé, cardeais, bem-te-vis, e outros mais podem ser avistados nas árvores ou no telhado da cozinha e do restaurante.



Os papagaios também marcam presença circulando entre as mesas do restaurante. Aliás, cuidado com o que fala perto deles, pois quando menos se espera tem algum repetindo alguma fala por aí!



Para quem gosta de andar a cavalo, caminhar por trilhas, ou se refrescar em cachoeiras, o Recanto Fazenda Lagão tem todas estas opções!


O Córrego Sanharó corta a propriedade e ao longo do seu leito há 5 cachoeiras, tendo a maior quase 10m de altura! Na época da seca, só um filete de água desce pela cachoeira principal, e por isso, o melhor período para frequentar estas cachoeiras é no período de chuvas, onde as belas quedas d’agua e as piscinas naturais fazem a alegria de quem quer se refrescar nas suas águas cristalinas.


A aventura acontece lá fora

Para quem tem um espírito de explorador e gosta de assuntos que envolvam cavernas, o período pré-histórico e muito mais, saiba que em São João da Lagoa também há cavernas com belos salões e lindos espeleotemas, além de algumas inscrições rupestres existentes em pequenas grutas.

Estas atrações estão localizadas nas proximidades do distrito de São Roberto de Minas, uma pequena comunidade a 30 km de São João da Lagoa, com percurso de 10,9km em asfalto e 19km em estrada de chão.


Inscrições Rupestres

A fazenda onde está a gruta com inscrições rupestres fica a 30 min de carro da comunidade de São Roberto de Minas. A caminhada tem duração de aproximadamente 25 min por uma trilha sem dificuldades.

No caminho há um lindo Tamboril que impressiona por sua grandiosidade! Vale a pena parar para admirá-lo! E dependendo do vento, e da sua sensibilidade, ainda é possível sentir um doce aroma vindo dos pés de Pitomba que estão ao redor.

Seguindo pela trilha chega-se a um belo paredão rochoso, com várias fendas e pequenas grutas, onde em uma delas encontra-se algumas inscrições rupestres, ainda sem datação definida.



Caverna do Serrão

O nome é uma referência à Serra onde a caverna está localizada, nas proximidades da comunidade de São Roberto de Minas.

Subindo um “Serrão” por uma trilha leve, encontra-se o acesso a esta caverna. Descendo para o seu interior, um grande salão dá acesso a outros.

O interessante é a grande quantidade de Colunas, ou seja, de estalactites que se uniram às estalagmites, formando belíssimos pilares caverna adentro.

A presença destes espeleotemas também indica que esta caverna existe há milhares de anos, pois, como dito anteriormente, é necessário um século para se formar apenas alguns milímetros de cada parte destas formações calcáreas.



Gruta da Fazenda Vereda

Partindo da comunidade de São Roberto de Minas, após percorrer um trecho por aproximadamente 30 min de carro, chega-se à Fazenda Vereda. De lá, caminhando por uns 15 min por uma trilha leve, está uma pequena gruta no meio do morro.

A gruta tem três compartimentos em forma de corredores paralelos, tendo uma delas duas aberturas externas opostas (uma entrada e uma saída). Ou seja, é possível atravessar para o outro lado do morro passando por dentro da gruta.

Nos salões à esquerda é possível avistar alguns trechos de pinturas rupestres, e um belo espeleotema de aproximadamente 7 metros de altura! Confira as fotos deste lugar!



Caverna da Fazenda de José Carlos

Distante apenas 35 minutos da comunidade de São Roberto de Minas (15 minutos de carro e 20 minutos caminhando), chega-se à caverna na propriedade do Sr. José Carlos.

A caverna tem salões amplos com vários espeleotemas característicos de cavernas calcáreas. Impressiona bastante as suas formas e as suas dimensões!

Alguns formam imensos paredões dividindo os salões, que mais parecem uma grande muralha. Outras lembram uma catedral com belas colunas de cada lado da entrada para o outro salão. Belíssimos exemplares para quem aprecia esse capricho que a natureza vem produzindo há milhares de gerações!


DICA: Acesse nossos Guias Interativos para se aprofundar mais no assunto voltado para espeleologia (estudo das cavernas) e arqueologia, que estão nas sessões "Cavernas e Inscrições Rupestres". E antes de se aventurar pelas cavernas, siga as orientações na sessão "Dicas para Aventuras em Cavernas".


Além disso, no guia há mais informações de como chegar, além do contato da Secretaria de Turismo para agendar as visitas nas cavernas e na gruta das inscrições rupestres que ficam em propriedade particular. Saiba também dos eventos que agitam a cidade.


Aproveite cada informação e uma boa aventura! E se gostou do conteúdo... compartilha com os seus amigos!!!!



115 visualizações