Dinossauros, Cavernas e uma Lagoa Feia - Conheça as riquezas e as belezas de Coração de Jesus - MG

Viajar pelo norte de Minas Gerais foi uma experiência rica em descobertas! Dentre estas descobertas, uma cidade que nos surpreendeu bastante foi Coração de Jesus.


Primeiro porque lá tem muitas belezas naturais, tem história e até a pré-história. E segundo, porque boa parte dos moradores locais desconheciam este primeiro item!


Tanto é que provocamos muito estranhamento nas pessoas ao dizer que estávamos ali para conhecer os atrativos da cidade. Muitos nos disseram: "mas aqui não tem nada não!”

No final de duas semanas percorrendo a região, já tínhamos vivido tantas aventuras de dar inveja ao Indiana Jones! Exploramos cavernas magníficas, vimos inscrições rupestres, fósseis de dinossauros, conhecemos uma comunidade quilombola, locais que parecem cenários de filmes, além da bela Lagoa Feia.


Região de mata seca onde o casal do Viagem Kombinada, Sandra Doyama, Cristiano Cazarotto e a cachorrinha Mel se encontram ao lado de uma grande árvore aparentemente seca.
Um dos sítios paleontológicos onde foram encontrados vários fósseis de dinossauros.

Curioso(a) para conhecer Coração de Jesus? Então embarque com a gente nesta Viagem Kombinada e conheça as riquezas e belezas deste lugar que hoje está em nossos corações!


A TERRA DOS DINOSSAUROS

Um dos grandes diferenciais da cidade de Coração de Jesus é a quantidade de fósseis de dinossauros encontrada em seu território. O primeiro foi descoberto em 2005 e até o final de 2019 haviam seis fósseis de dinossauros registrados. Porém, já foram descobertos outros depois desta data, o que pode ser um indicativo de que pode haver ainda mais!


Entre eles está um dos fóssil mais antigo da América do Sul (120 milhões de anos) e o mais completo do mundo, com 96% da ossada encontrada!


Réplica da ossada da cabeça do dinossauro encontrado em Coração de Jesus. Foto de Sandra Doyama do VK Guias Digitais Interativos
Réplica da ossada da cabeça do Tapuiassauro Macedoi

Este fóssil foi descoberto pelo senhor Ubirajara Macedo, que há décadas explora todo o norte de Minas, catalogando as inúmeras cavernas da região, além de continuar na procura por mais fósseis de dinossauros!

A espécie encontrada em Coração de Jesus é um Titanossauro, que chegava à 13 metros de comprimento e 4 metros de altura. Foi batizado de Tapuiassauro Macedoi, em homenagem aos índios Tapuias que habitavam o interior do Brasil, e ao Ubirajara Macedo, o descobridor do fóssil!

Infelizmente as ossadas e a réplica completa do Tapuiassauro não estão do Estado de Minas Gerais. Mas há uma ação pública para trazê-las de volta! E esperamos poder voltar algum dia a Coração de Jesus para ver a réplica do dinossauro norte mineiro!

Mas no museu da cidade (Fundação Cultural José Alves de Macedo) você pode ver a réplica da cabeça do Tapuiassauro (foto acima), assim como o fóssil de um cachorro pré-histórico e outras curiosidades da região. Para saber mais sobre o Museu da cidade clique aqui!


Os sítios Paleontológicos


Os fósseis foram encontrados na região da Lagoa Feia e nos locais onde hoje são os sítios paleontológicos de Sesmarias e do Piripiri.

Chegar no Sítio Paleontológico do Piripiri nos deu a impressão de estar em um filme do Jurassic Park. Um grande vale, com palmeiras espaçadas, que nos fez imaginar aqueles animais gigantescos circulando por lá! Veja as fotos e dê asas à sua imaginação!

Ainda é possível encontrar pequenos fragmentos dos fósseis dos dinossauros na região, mas para ter sucesso tem que estar acompanhado de um especialista. Caso contrário, ficará difícil distinguir um pedaço de fóssil com uma pedra.




A TERRA DAS GRUTAS E CAVERNAS

Em Coração de Jesus o que não falta é caverna! Atualmente são mais de 40 cavernas mapeadas, mas apenas algumas com acesso para visitação.

Há cavernas de vários tipos, tamanhos e outras com belos espeleotemas (formações rochosas que ocorrem tipicamente no interior de cavernas, como resultado da sedimentação e cristalização de minerais dissolvidos na água).


Estima-se que em um século, os espeleotemas cresçam por volta de 2,5 centímetros. Ou seja, cada espeleotema existe há milhares de anos, e por isso, devem ser preservadas.


Gruta Madame Cassou


A Gruta da Madame Cassou (lê-se Cassú), fica em uma propriedade a menos de 2 km da área urbana.

Lá encontramos as formações rochosas que lembram um rendado em tom rosado, onde pequenos brilhos semelhante à purpurina saltam aos olhos!


Formação calcária que parece um rendado em tons de rosa e possui pequenos brilhos. Local: Gruta Madame Cassou. Foto de Sandra Doyama e Cristiano Cazarotto do VK Guias Digitais Interativos
Formação calcária - Gruta Madame Cassou

ATENÇÃO! Já testaram e constataram que fora da gruta estas pedras não brilham! Então não não arranquem ou danifiquem estas formações preciosas que a natureza levou séculos para construir! Vamos preservar para que as futuras gerações possam desfrutar destas belezas naturais!


Caverna Labiríntica


A Caverna Labiríntica tem 23 km de extensão, entre corredores e salões que formam um imenso labirinto!

Não percorremos toda a sua extensão, mesmo porque são necessários 3 dias para isso. Mas os trechos que percorremos são bem bonitos, como poderão ver nestas fotos!


Caverna das Colunas


Outra caverna que nos impressionou, foi a Cavernas das Colunas. Nela, além das formações que dão nome à caverna, há formações sinuosas com aberturas que parecem janelas, além dos trechos onde as raízes das gameleiras descem pelas frestas e se desenvolvem lá dentro.


Nesta caverna foram encontrados ossos humanos fossilizados, mas ainda sem datação. Também foram encontradas machadinhas e até uma urna funerária feita em cerâmica. Estas peças encontram-se atualmente no museu da cidade (Fundação Cultural José Alves de Macedo).



Caverna do Espigão


Mas de todas as cavernas que visitamos em Coração de Jesus, a que mais nos impressionou foi a Caverna do Espigão!

Composta por vários salões imensos, lá dentro ficamos que nem crianças em loja de brinquedos! Foi difícil escolher por onde começar a fotografar! Para cada lado ou cada salão que entrávamos, uma surpresa!

Nela encontramos também formações que parecem esculpidas à mão, tamanho são os detalhes e capricho da natureza!!! Veja mais fotos aqui.


Caverna do Espigão em Coração de Jesus com espeleotemas no seu interior. Foto de Sandra Doyama e Cristiano Cazarotto do VK Guias Digitais Interativos
Caverna do Espigão em Coração de Jesus

Atenção!

Toda a iluminação para fotografar dentro das cavernas foi feita por nós, utilizando equipamentos próprios para fotografia em cavernas. Para uma melhor experiência em cavernas, não esqueçam de estar acompanhados de um Guia Local, de levar lanternas para a apreciação destes locais, além dos itens de segurança básicos como por exemplo, capacetes, luvas e óculos de segurança!


Inscrições Rupestres

As cavernas, grutas e lapas eram locais que serviam de abrigo para os primeiros habitantes há séculos atrás. Em alguns lugares foram encontradas inscrições rupestres, ou seja, registros dos homens pré-históricos em forma de pintura ou gravura, feitas nas superfícies rochosas destes abrigos.


Em Coração de Jesus há um lugar conhecido como a Lapa dos Tapuias - Calionguê, cuja superfície está repleta de inscrições rupestres. Estas inscrições datam de mais de 12.000 anos! Um registro magnifico de nossos antepassados que habitavam a região!


Um diferencial em relação a maioria das pinturas rupestres encontradas na região que possuem uma coloração vermelha, amarela e preta, é que ali, as pinturas são de cor branca.

Conhecer algo tão raro nos trouxe muita emoção. Porém, não demorou muito perceber que outros visitantes sem a mínima noção do valor histórico destes registros, resolveram riscar e desenhar sobre algumas gravuras. Boa parte estes desenhos que resistiram há milhares de anos, foram danificados pela ignorância do homem moderno. Muito decepcionante...



Educar e Preservar


Encontrar situações de vandalismo em locais de grande valor histórico foi um dos motivos que nos levou a fazer uma palestra em na Praça da Matriz e nas escolas públicas da cidade. Resolvemos mostrar para a comunidade, as belezas e as riquezas que Coração de Jesus têm.


Muitas delas são bem raras e por isso, precisam ser valorizadas e preservadas para que as futuras gerações possam conhecer mais sobre a história da humanidade e sobre o valor inestimável de tudo o que vem resistindo ao tempo nesta região: seja pelas inscrições rupestres, seja pelos belos espeleotemas ou pelos fósseis de dinossauro.


Nós acreditamos que: "SE QUEREMOS PRESERVAR, TEMOS QUE EDUCAR"!


E este foi o propósito das nossas palestras. Mostrar uma Coração de Jesus que a população não conhecia, e ao mesmo tempo, alertar para a importância de preservar tantas raridades presentes em um território só.

O impacto e a reação dos alunos e professores foi muito positivo! Veja o vídeo abaixo!!!


Acreditamos que se a geração de agora não preservar, as gerações futuras não terão a chance de compreender um pouco da trajetória da evolução humana.


CENÁRIOS CINEMATOGRÁFICOS

A região de Coração de Jesus também tem muitos lugares que lembram cenários de filmes. Já citamos que o Sítio Paleontológico do Piripiri lembra um dos cenários do filme Jurassic Park! Mas ali tem outros lugares que dariam outros cenários de filmes!


E o fato é que alguns lugares no território de Coração de Jesus já foram locações utilizadas na produção da minissérie inspirada na grande obra de Guimarães Rosa, O Grande Sertão Veredas, produzida pela Rede Globo em 1985.

A foto abaixo é da Capela da Fazenda de João Deraldo. Nesta região foi gravada uma cena de batalha da minissérie, e bem próximo dali no rio Pacuí, foi gravada a cena onde Riobaldo (Toni Ramos), vê a Diadorim (Bruna Lombardi) tomando banho de rio. Veja mais fotos aqui.



Capela e cruzeiro da Fazenda de João Deraldo em Coração de Jesus. Tem uma árvore entre o cruzeiro e a capela e o céu está azul, sem nuvens. Foto de Sandra Doyama do VK Guias Digitais Interativos
Capela da Fazenda de João Deraldo - Coração de Jesus

Também descobrimos que muitos moradores da época participaram como figurantes desta minissérie e chegamos a encontrar um deles assistindo a nossa palestra em uma das escolas! Muito legal! Outro motivo para que os Corjesuenses tenham mais orgulho da história da sua cidade!

Infelizmente o estado de abandono deixou as instalações da fazenda em ruínas. A única construção em bom estado de conservação é uma pequena capela no alto do morro.


Nesta região ainda pode-se refrescar no belo Rio Pacuí e ainda conhecer uma antiga ponte de madeira mais adiante.



Trecho do Rio Pacuí descendo em pequenas quedas, com água em tom esverdeado. A copa de uma árvore emoldura a parte superior da imagem. Local Coração de Jesus. Foto de Sandra Doyama do VK Guias Digitais Interativos
Rio Pacuí em Coração de Jesus

Construções do período colonial


No município há duas pequenas comunidades, a de São Joaquim e São Geraldo, que se destacam pelos casarios antigos do período colonial. São locações interessantes, que dariam um belo cenário principalmente para os ensaios fotográficos e novelas de época!

A comunidade de São Geraldo tem origem quilombola e a população busca formas preservar a sua cultura e tradições.

Veja as fotos destes lugares que nos remetem ao passado, preservando muito da tranquilidade e cultura do interior mineiro.


Fotos da Comunidade de São Joaquim em Coração de Jesus, MG.


Fotos da Comunidade de São Geraldo em Coração de Jesus, MG.


A força das Gameleiras


No Norte de Minas conhecemos uma árvore chamada Gameleira. Ela lança as suas raízes por longas distâncias, passa por frestas, contorna e abraça cada obstáculo no meio do caminho na sua busca por água.

Suas raízes crescem bastante, tanto em comprimento, quanto na espessura. Já vimos raízes que parecem colunas, outras que parecem que derreteram em cima das rochas e outras que formam portais!

Para quem assistiu o filme Tomb Raider com a Angelina Jolie, vai achar semelhança em uma das cenas onde ela chega em um lugar em ruínas, onde uma gameleira gigantesca cresceu e abraçou a construção do local.

Estas fotos são da região do Sumitumba em Coração de Jesus. Reparem nas dimensões da escala humana em relação a estas raízes! É a natureza mostrando a sua força!




A Lagoa Feia


O cenário lembra uma praia paradisíaca, com areia branquinha e coqueiros no seu entorno. É assim a bela Lagoa Feia.


Mas então, por que Lagoa Feia?


Conta a lenda que ali existia um pequeno poço. Um certo dia os moradores escutaram um forte estrondo e um deles foi verificar o ocorrido. Voltou surpreso pois no lugar do poço tinha surgido uma "lagoa feeeia!"


Curiosidade:


Em Minas Gerais a palavra "feio(a)" é usada para indicar algo "grande", como por exemplo: "o estrago foi feio (o estrago foi grande). Ou seja a Lagoa Feia na verdade é uma Lagoa Grande em "mineirês"!

Ao que tudo indica, a lagoa surgiu após a ruptura do teto de uma das muitas cavernas da região formando uma dolina, expondo assim o lençol freático que agora é a lagoa.

A sua profundidade é tão grande, que ninguém conseguiu chegar ao fundo ainda! Estima-se que ela tenha por volta de 40 metros de profundidade.

A lagoa fica em uma propriedade particular a 22km da sede da cidade de Coração de Jesus, e a 12km da cidade de São João da Lagoa.





Inesquecível


Foi uma grande surpresa conhecer esta região tão especial, com tantas atrações únicas! Este município é incrível! Concordam? Para nós, Coração de Jesus será inesquecível!

Não conseguiremos mostrar aqui tudo o que vimos em Coração de Jesus neste artigo, mas você pode acessar aqui a nossa coleção de Guias e baixar o Guia Turístico Digital Interativo da cidade, elaborado em parceria com a Administração Municipal e o Circuito Turístico Lago de Irapé!

Se gostou do conteúdo... compartilha com os seus amigos!!!!

850 visualizações