TURISMO SUSTENTÁVEL – CONHEÇA OUTRA FORMA DE FAZER TURISMO


Turismo Sustentável e Turismo de base comunitária. Imersão na comunidade. Contato da turista e a anfitriã.

Que tal viajar de uma forma diferente do turismo tradicional, onde você vivencia as comunidades de forma autêntica e ainda divide com os anfitriões, os diversos benefícios deste tipo de viagem? Este tipo de viagem existe e é uma das bases do Turismo Sustentável. Você já ouviu falar?


Mas antes de aprofundar neste assunto, vamos falar um pouco do turismo tradicional para ficar mais claro as suas diferenças.


O que é Turismo de Massa e os seus impactos


Você sabia que o setor do Turismo é considerado um dos setores mais importantes da economia mundial? No entanto, este ecossistema pode gerar muitos impactos tanto positivos como negativos para a região e para as comunidades.


Como impactos positivos, o maior benefício é a geração de vários empregos diretos e indiretos dentro da cadeia do turismo.


Já os impactos negativos se refletem no Turismo Predatório através do turismo de massa. E só para citar alguns exemplos, estes impactos negativos geram:

  • o aumento na produção de lixo,

  • o esgotamento dos recursos naturais,

  • a descaracterização da cultura local,

  • exploração de mão de obra e a prostituição,

  • a concentração de renda dentro de grandes empreendimentos, ficando a comunidade à margem das oportunidades e benefícios gerados pelo turismo.


E o que é Turismo Sustentável?


Em resposta a estes impactos negativos provocados pelo turismo de massa, o TURISMO SUSTENTÁVEL surge com o objetivo de aumentar os benefícios e equilibrar positivamente os impactos causados pela indústria do turismo, tendo como base 3 PILARES fundamentais:



1. Ambiental:

Busca a preservação ambiental e dos recursos naturais, ajudando a conservar o patrimônio natural e a biodiversidade.


2. Sociocultural:

Respeito à autenticidade e identidade dos valores sociais, culturais e tradicionais das comunidades anfitriãs.


3. Econômico:

Fortalecimento da economia local com o incentivo de consumo de produtos e serviços nas comunidades anfitriãs para gerar oportunidades de geração de emprego e renda para estas comunidades.


Turismo sustentável. Coleta de lixo em um atrativo turístico. Preservação do meio ambiente.
Pilar Ambiental: Ações para a redução dos impactos negativos do turismo de massa. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Coleta do lixo junto à comunidade e ao IEF, em um atrativo turístico na região de Grão Mogol, MG)

Turismo sustentável. Cultura e tradição do Congado
Pilar Sociocultural: Preservar e valorizar a cultura e as tradições são um dos objetivos do Turismo Sustentável. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Congado em Berilo, MG)

Turismo Sustentável. Consumir os produtos locais para incentivar a geração de renda e estimular a economia local. Produção de Queijo Cabacinha. Cachoeira de Pajeú, Vale do Jequitinhonha.
Pilar Econômico: Consumir os produtos e serviços da comunidade gera renda e incentiva o desenvolvimento da comunidade. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Queijo Cabacinha de Cachoeira de Pajeú, MG)

Ou seja, o Turismo Sustentável é uma das formas de viajar e conhecer os lugares com foco no respeito ao meio ambiente e recursos naturais, na cultura e tradições, e principalmente, nas pessoas e sua comunidade local.

Existem algumas segmentações que se baseiam no Turismo Sustentável, como o Turismo de Base Comunitária (TBC), o Volunturismo e o Ecoturismo, onde o foco é um turismo mais CONSCIENTE, sendo vivenciadas de forma a gerar MAIS BENEFÍCIOS e MAIS IMPACTOS POSITIVOS a todos os envolvidos.



Os 3 PILARES DO TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA (TBC)


O Turismo de Base Comunitária também se apoia nos 3 Pilares da sustentabilidade (ambiental, sociocultural e econômico) e por isso, o TBC se enquadra na classificação de Turismo Sustentável.


Aqui, a comunidade é a protagonista! Elas possuem uma gestão coletiva, onde a população participa de todas as etapas do processo do TBC (planejamento, implementação e monitoramento), fornecendo serviços, hospedagem e atividades no local. Desta forma, a renda gira dentro da própria comunidade estimulando a cadeia do Turismo Sustentável.


O Turismo de Base Comunitária é realizado principalmente em comunidades onde há o predomínio de uma identidade cultural, como vemos nas comunidades indígenas, quilombolas, ribeirinhas ou em comunidades onde predomina alguma atividade econômica e cultural específica como a pesca, produção artesanal ou gastronomia típicas.


Turismo de Base Comunitária. Artesãs produzindo peças em cerâmica em Turmalina no Vale do Jequitinhonha em MG
Vivências dentro das comunidades geram integração e muito aprendizado. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Registrando a tradição passada de mãe para filha: a arte em cerâmica em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, MG)

O viajante tem a oportunidade de imergir na cultura local, de criar uma interação próxima entre anfitrião e visitante, de participar de oficinas culturais, das festas típicas e assim, vivenciar uma experiência única e cheia de aprendizado.



No TBC você pratica um TURISMO CONSCIENTE onde prevalece o respeito e a conservação das comunidades, da sua herança cultural e das tradições, além da preservação do meio ambiente local, contribuindo assim para o desenvolvimento das comunidades.



VOLUNTURISMO - TRABALHO VOLUNTÁRIO E TURISMO


O Volunturismo é um tipo turismo que mescla viagem e trabalho voluntário. É uma prática mais comum nos Estados Unidos e Europa, mas que já está ganhando frente por aqui também.


O turista não apenas conhece os pontos turísticos da região, mas também interage bastante dentro das comunidades, atuando na melhoria da qualidade de vida das pessoas e do destino.

Volunturismo. Conexão com a comunidade e busca para a melhoria da qualidade de vida da comunidade.. Arborização.
Volunturismo: se conectar com a comunidade, vivenciar a sua realidade e contribuir para a sua melhoria. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Participação no arboriza Janu em Januária, MG.)

O voluntário pode atuar em diversas frentes, entre as mais comuns, em ações voltadas para a educação, saúde, meio ambiente, assim como o auxílio em construções ou obras necessárias dentro da comunidade.


Nesse tipo de turismo a troca de experiências e aprendizado é enriquecedora para os dois lados.


Porém, antes de embarcar neste tipo de modalidade turística, é preciso se informar bem sobre o destino, sobre a instituição que organiza os trabalhos voluntários, sobre as vantagens e desvantagens deste tipo de viagem, dicas e tudo mais.


O conteúdo sobre o Volunturismo é bem extenso e para quem quer se aprofundar mais sobre o assunto, indicamos “O Guia Definitivo do Volunturismo” elaborado pela Vivalá, uma empresa referência em turismo sustentável no Brasil.



ECOTURISMO


O Ecoturismo é um tipo de turismo consciente, responsável, com foco em viagens na preservação ecológica.


As suas atividades são organizadas de forma a limitar os impactos nas áreas naturais, promovendo ao turista, a vivência e o conhecimento da natureza tendo como base os conceitos de educação ambiental, conservação e sustentabilidade.

Dentre as atividades realizadas no segmento do Ecoturismo podemos citar:

  • Turismo de observação (aves, animais, biodiversidade, observação astronômica);

  • Espeleoturismo (visitas a cavernas);

  • Turismo de aventura (treking, rafting, mergulho livre, tirolesas...)



Qual é a diferença entre ecoturismo e turismo sustentável?


É comum as pessoas confundirem estas duas modalidades, já que elas têm em comum, a preocupação com a preservação do meio ambiente.


O Ecoturismo tem como foco as atividades voltadas para a educação, preservação e o contato com a natureza.


E como vimos anteriormente, o Turismo Sustentável se baseia em mais pilares além do ambiental (ambiental, sociocultural e econômico) que colaboram com a redução dos impactos negativos e que são primordiais para beneficiar todo o ecossistema ligados ao turismo.


Ou seja, o Turismo Sustentável é mais abrangente pois pode atuar em outros tipos de viagens e de locais além das áreas naturais.




AS PRINCIPAIS BOAS PRÁTICAS DO TURISMO SUSTENTÁVEL


São pequenas atitudes que podemos absorver no nosso dia a dia e que podemos aplicar principalmente nos locais que visitamos. Veja alguns exemplos:

Turismo consciente. Área de preservação ambiental. Aviso para que o visitante recolha o lixo. Parque Estadual de Montezuma.
Incentivo às boas práticas ao turismo consciente. (Foto do acervo do Viagem Kombinada: Um dos acessos para o Parque Estadual de Montezuma, MG)

Ações Ambientais: Cuidado na produção e descarte de lixo, utilize recipientes reutilizáveis e evite os descartáveis, pratique e incentive a coleta seletiva de lixo e a reciclagem, procure reduzir emissão de carbono, evite passeios que prometem interação com animais selvagens, pois eles geralmente são dopados para reduzir os riscos.


Ações Econômicas: Dê preferência ao comércio, serviços e a produção da localidade. Apoie empresas que tenham responsabilidade social ou que façam parte da cadeia do turismo sustentável. Assim, além de valorizar a cultura, você também gera renda para a comunidade local.


Ações Socioculturais: Valorize e respeite a cultura e as tradições, interaja com a comunidade, aprenda em oficinas culturais, experimente e consuma os produtos típicos e da gastronomia local e amplie a sua visão de mundo.


Apoiar o Turismo Sustentável só traz benefícios a todos: para o meio ambiente, para a economia local e consequentemente para as comunidades.

Viajando com muita imersão nas comunidades


Nós do Viagem Kombinada temos como propósito de vida nômade, realizar viagens que venham a nos transformar como pessoas, ao mesmo tempo que de alguma maneira, consigamos impactar positivamente a comunidade que visitamos.


Viajar para nós é mais do que ir em lugares super balados atrás de fotos que todo mundo faz para postar nas redes sociais. O nosso país é imenso e está repleto de tesouros escondidos, com muitas de belezas naturais e muita riqueza cultural que precisam ser preservados e valorizados.


Acreditamos que viajar com propósito, fazendo uma imersão nas comunidades vivenciando a sua cultura e identidade, podendo incentivar a economia local e ainda ter a oportunidade de aprender e ensinar, tudo isso tem o poder de mudar vidas, tanto de quem viaja como de quem recebe o turista.


Folha em forma de coração. Botas de trilha. Turismo consciente. Turismo sustentável.
Seja um turista consciente e dê a sua contribuição para um futuro melhor! (Foto do acervo do Viagem Kombinada)

Assim, pela primeira vez, vamos compartilhar com os nossos amigos, leitores e seguidores, a oportunidade de vivenciar experiências transformadores conosco.


Em parceria com a Vivalá, empresa referência em Turismo Sustentável no Brasil, vamos realizar expedições com base no Turismo Sustentável e no Turismo de Base Comunitária por algumas unidades de conservação do nosso país.


Então, convidamos VOCÊ, a embarcar conosco em uma aventura com muita natureza em estado puro e imersão nas comunidades tradicionais!


Para saber qual é o nosso primeiro destino e saber como você pode participar é só acessar aqui no link da Expedição com o Viagem Kombinada.


Seja um TURISTA CONSCIENTE, faça parte deste movimento e contribua para fazer a diferença para um futuro melhor! Desta forma, o outro benificiário será VOCÊ e as futuras gerações!

Venha vivenciar uma nova forma de fazer turismo, que com certeza, isso deixará uma tatuagem na sua alma! Vem com a gente! "Kombinado"?


131 visualizações